domingo, 1 de janeiro de 2017

Solenidade de Santa Maria, Mãe de Deus

Nesta última noite de 2016 e no primeiro dia de 2017, celebramos a Solenidade de Santa Maria, Mãe de Deus, momento em que agradecemos a Deus pelo ano que termina e lhe pedimos que nos acompanhe no ano que se inicia.
Na homilia, Pe.  Sidney, falou-nos do momento que vivenciamos, em que ciclos se fecham e outros se abrem. Lembrou-nos título, Theotókos - Mãe de Deus. É o mais antigo dado a Maria na Igreja. Data de 431, quando aconteceu o Concílio de Éfeso, e estabeleceu este Dogma, uma verdade de fé, a qual precisamos acreditar porque faz parte da nossa identidade católica e nos confere sentido a fé que possuímos. 
Ainda é Tempo do Natal, e nosso Deus não é estático e quem percebe seus sinais se põe em movimento e a serviço d'Ele do próximo. Assim fez Maria quando recebeu o anúncio, e às pressas  se pôs a serviço indo até Izabel. Da mesma maneira, os pastores observando os sinais, foram até José, Maria e o Menino na Manjedoura. Foram às pressas, tiveram um encontro com o Senhor e depois anunciaram as maravilhas.
Numa bonita reflexão, Pe. Sidney, deu-nos a mensagem sobre os “livros" de nossa vida -  2016 e 2017. O primeiro está acabando e o segundo está se abrindo. No livro do ano escrevemos páginas agradáveis. Não repitamos os erros que escrevemos no ano anterior. Vamos entregar nas mãos de Deus, com todas suas páginas, as boas e as ruins, para que ele se agrade com nossos acertos, nos perdoe pelos erros e nos dê forças para sempre caminharmos com Ele.

Um Feliz 2017 a todos os Paroquianos e amigos !!!!

Santa Maria , Mãe de Deus , Rogai por nós!!!!!



















segunda-feira, 26 de dezembro de 2016

Natal do Senhor - Solenidade da Encarnação de Deus

Nesta Solenidade Natalina, às 20:00 hs na Matriz Paroquial os fieis reunidos acolheram a chegada celebrativa do nascimento de Jesus.
Uma data importante para o mundo cristão-católico que se prepara durante um mês para viver a espiritualidade do acolhimento de Deus em nossas vidas.
A missa simples, mas bem elaborada, contou com uma encenação. Ao som da música "Então é Natal", foram lembrados os momentos grandiosos que Deus trouxe ao mundo a sua comunicação: a Criação, a travessia do Mar Vermelho, a vivência em tendas no Deserto, a sagração dos Reis, o trabalho dos Profetas, o clamor do Povo e a chegada do Messias.
A noite de Natal é uma treva teológica em que uma Luz brilha numa gruta de animais. O mundo não acolheu bem o Messias que chegou. Hoje esta chegada é lembrada e a sociedade ainda apresenta trevas e fechamento. Assim como uma gravidez psicológica não leva a um parto, assim também um "Natal psicológico" também não traz o Menino Deus para nós. Esta foi uma parte da reflexão proferida pelo Pe. Sidney, que ilustrou ainda a alegria verdadeira do acolhimento da Salvação que é Jesus Cristo. Ele traz o amor e a paz de que tanto o mundo precisa.

TENHA UM FELIZ NATAL!!!
SÃO OS VOTOS DE TODA A PARÓQUIA NOSSA SENHORA DAS GRAÇAS.














domingo, 27 de novembro de 2016

Último dia da Novena de Nossa Senhora das Graças (27-11-2016)

Nesta noite festiva em louvor a nossa padroeira, Nossa Senhora das Graças, comunidade reuniu-se juntamente dos visitantes de outras comunidades, em especial os missionários das paróquias Nossa Senhora do Rosário, Nossa Senhora da Esperança, São Francisco e Santa Clara, São João Bosco e São Paulo Apóstolo, para que através da presidência de nossa pároco, Pe. Sidney, celebrássemos a Santa Eucaristia e a última noite da novena com o tema “Maria, solícita ao Espírito Santo”.
Pe. Sidney, na homilia, assinalou que a sociedade apresenta vários tipos de "modelos", por exemplo, modelos de beleza, de qualidade de serviços, etc. Entretanto, o modelo que Deus apresenta a nós tem um sentido geralmente contrário do sentido valorizado pela sociedade. Maria foi um modelo apresentado com fragilidade, pobreza, mas no Canto do Magnificat ela dá as referências para um modelo de fortaleza, perseverança , fidelidade e seguimento a Deus. Esta  Mulher , com este perfil , achou graça diante de Deus e nos presentou com a maior Graça de todas, que foi nos seu próprio filho Jesus.
Quando pensamos em Maria solícita ao Espírito Santo, lembramos que ela foi aberta aos dons do Espírito Santo. Teve esta virtude até nos momentos que ela podia se desesperar. Nós diante das nossas  dificuldades, costumamos titubear na fé e acabamos nos desesperando e, por vezes, distanciando de Deus. Que  possamos , ter Maria a Senhora das Graças o nosso Modelo de Fé, estando abertos a ação do Espírito Santo. Que esta Novena da Padroeira nos ajude a amadurecer e firmarmos nossa Fé; que renda frutos na nossa vida espiritual e comunitária para o engrandecimento do Reino de Deus, concluiu nosso Padre.
Ao término da missa, foram abençoados os óleos e distribuídos a todos os fieis presentes. A coroação foi realizada pelos amigos missionários do Setor Léste-Sul.

Viva Nossa Senhora das Graças!!!